Empreendedores do Costurando o Futuro são reconhecidos pelo Prêmio ODS Pacto Global

O empreendimento Kafu Bolsas, dos costureiros Nadir Mendes e Josino Gomes, foi reconhecido na categoria Pequenas e Médias Empresas
Publicado em
Nadir Mendes e Josino Gomes, criadores do empreendimento Kafu Bolsas e participantes do projeto Costurando o Futuro

No dia 16 de maio, foram anunciados os vencedores da primeira edição do Prêmio ODS Rede Brasil do Pacto Global. O prêmio reconhece práticas empresariais e de ensino que contribuam para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. Em 2019, foram mais de 800 inscritos. O grupo produtivo Kafu Bolsas, dos costureiros Nadir Mendes e Josino Gomes, foi reconhecido na categoria Pequenas e Médias Empresas – Eixo Prosperidade.

Os empreendedores são participantes do projeto Costurando o Futuro, iniciativa da Fundação Volkswagen que contribui para o desenvolvimento de comunidades por meio da costura. O caseBrindes upcycling” foi inscrito pela agência Netza e teve origem no reaproveitamento de tecidos automotivos para a produção de capas de notebook sustentáveis, que serviram como brindes de Natal da empresa. “Todos nós da rede Costurando estamos de parabéns! Esse reconhecimento é resultado de um trabalho conjunto. Só tenho a agradecer à Fundação Volkswagen pelo incentivo”, comemorou Josino Gomes.

Em 2015, a ONU definiu uma nova agenda de desenvolvimento sustentável, a Agenda 2030. Ela é formada pelos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), que devem ser implementados por todos os países até 2030. Faz parte da estratégia de gestão da Fundação Volkswagen alinhar sua atuação a esse esforço global, em benefício do planeta. Para mais informações, acesse a página do Prêmio.

Costurando o Futuro

Iniciativa criada pela Fundação Volkswagen em 2009, que contribui para o desenvolvimento de comunidades por meio do empreendedorismo em costura. Hoje, envolve os municípios de Santo André (SP), São Bernardo do Campo (SP), São Caetano do Sul (SP) e Diadema (SP), além da capital paulista.

Grande parte dos produtos é feita com tecidos automotivos doados pelo Grupo Volkswagen e fornecedores, como revestimentos de bancos e cintos de segurança. Pela técnica do upcycling, que transforma resíduos em novas peças, o ciclo de vida dos materiais é ampliado, beneficiando o planeta. Além disso, o projeto incentiva a mobilidade social dos participantes.

 
O conteúdo do nosso site pode ser acessível em Libras usando o VLibras