Fundação Volkswagen adere à Carta de Princípios da Rede LEQT

Publicado em
Evento da Rede LEQT no 10º Congresso Gife: Fundação Volkswagen participou como signatária da Carta de Princípios da Rede

No dia 4/4, durante o 10º Congresso GIFE, a Rede Leitura e Escrita de Qualidade para Todos (LEQT) promoveu uma mesa livre com o tema “É possível um Brasil democrático e sustentável sem leitura e escrita de qualidade para todos?”. A programação destacou a atuação da Rede e o relato de experiência da Biblioteca Municipal Cial Brito, de Nova Iguaçu (RJ) – território escolhido pelo grupo para a articulação de ações voltadas ao desenvolvimento da cultura escrita.

“A Rede é composta de organizações com múltiplos perfis, como investidores sociais, meios de comunicação, poder público, organizações sociais etc. Sua riqueza está nessa composição, que acolhe e valoriza a diversidade”, declarou Ana Lucia Lima, uma das coordenadoras da LEQT.

Outro destaque do evento foi a apresentação da Carta de Princípios da Rede, que contou com a adesão da Fundação Volkswagen como uma das signatárias. Outros importantes investidores sociais também aderiram ao documento, entre eles Instituto C&A, Itaú Social, Fundação Tide Setubal e Instituto Ayrton Senna, parceiro da FVW no projeto Aceleração da Aprendizagem. A OSCIP Mais Diferenças, com quem a Fundação Volkswagen mantém parceria para a realização do Brincar, também assinou a Carta. A leitura e a escrita são tratadas de forma transversal nos projetos de educação e desenvolvimento social da Fundação, que faz parte da Rede LEQT desde 2017.

Carta de Princípios

A Carta de Princípios da Rede LEQT considera a cultura escrita como bem comum e direito, reconhecendo as desigualdades de acesso e habilidades que ainda existem no Brasil. O documento destaca o compromisso de desenvolvê-la e valorizá-la no País, como um dos pilares da democracia. Para isso, a Rede propõe ações articuladas entre o poder público e a sociedade civil com apoio da tecnologia.

Rede LEQT

A Rede LEQT é ligada ao GIFE e reúne representantes de investidores sociais privados, organizações sociais, setor público, Academia, produção editorial, bibliotecários, autores e leitores. A missão da iniciativa é contribuir para o desenvolvimento democrático da cultura escrita no Brasil, por meio de ações coordenadas e cooperativas entre poder público e sociedade civil. Mais informações no e-mail da iniciativa.

 
O conteúdo do nosso site pode ser acessível em Libras usando o VLibras