Fundação Volkswagen é homenageada pelo Pequeno Cotolengo Paranaense

Em 2017, a instituição foi eleita uma das 100 Melhores ONGs do Brasil pela Revista Época
Publicado em
Aluisio Espinosa, à direita, recebe a homenagem em nome da Fundação. Funcionário da Volkswagen do Brasil, ele é voluntário na instituição há 19 anos. À esquerda, Padre Renaldo Lopes, Diretor-Presidente do Pequeno Cotolengo

A Fundação Volkswagen recebeu a homenagem “Amigos e Parceiros do Ano – 2017”, oferecida pelo Pequeno Cotolengo Paranaense. O reconhecimento foi entregue às instituições, empresas, meios de comunicação, órgãos públicos e autoridades que contribuíram para o desenvolvimento e manutenção da organização social no ano anterior. Nesta edição, a homenagem teve um significado especial: celebrou a eleição do Pequeno Cotolengo como uma das 100 Melhores ONGs do Brasil, segundo lista organizada pelo Instituto Doar e a Revista Época.

Em 2017, a instituição venceu o Prêmio Especial 10 Anos do concurso Volkswagen na Comunidade. Concorreram na categoria os vencedores de todas as edições do projeto, criado pela Fundação Volkswagen em 2008 para apoiar iniciativas sociais. A premiação de R$ 40 mil foi utilizada para a construção do galpão de triagem do Bazar da Amizade, ampliando o espaço dessa ação que gera renda para a sustentabilidade da organização e que possibilita a aquisição de objetos e peças a preços mais acessíveis pelas pessoas da comunidade.

“Muitos foram os ganhos e os desafios durante esse percurso. Graças ao projeto, foi possível ampliar a estrutura do Bazar e, com as vendas, as receitas da instituição. Hoje, elas representam 10% de todos os nossos rendimentos”, comemorou Sheila Melina, Analista de Desenvolvimento Institucional do Pequeno Cotolengo Paranaense.

Sobre o Pequeno Cotolengo

Fundado por São Luis Orione na Itália, o Pequeno Cotolengo chegou a Curitiba (PR) em 1965. Atualmente, acolhe pessoas com deficiências múltiplas (físicas e intelectuais) de todas as idades e regiões do Estado do Paraná, que foram abandonadas por suas famílias, sofreram maus tratos ou viviam em situação de risco. São cerca de 200 moradores que recebem acolhimento, educação e saúde gratuitamente. A seriedade da instituição reflete-se nos reconhecimentos recebidos pelo Pequeno Cotolengo Paranaense ao longo dos anos. Entre eles, dois selos dos Objetivos do Milênio (ODM), concedidos pela Organização das Nações Unidas (ONU).

 
O conteúdo do nosso site pode ser acessível em Libras usando o VLibras