Histórias que fazem a diferença

  • Assista ao vídeo

    “Conhecimento não é decorar uma fórmula, ou quem descobriu o Brasil. Não é simplesmente eu ter a informação, mas sim me perguntar: como isso se relaciona com a minha vida.”

    Natalia Viana

    Professora da Escola Catarina Malfate, projeto Aprendendo com Arte

  • Assista ao vídeo

    “Como somos um curso técnico voltado para TI, propusemos para os alunos que eles criassem sites para conscientização no trânsito, utilizando conteúdos de diferentes matérias. O resultado foi surpreendente.”

    Cintia Araújo

    Professora da ETEC Profa. Maria Cristina Medeiros, projeto Jogo da Vida em Trânsito (JVT)

  • Assista ao vídeo

    “E o resultado foi de total contentamento e surpresa com os trabalhos que surgiram. Pensamos em um trabalho simples, básico, mas surgiram sites profissionais – inesperado para o ano letivo em que estavam, o segundo ano.”

    Anderson Silva Vanin

    Professor da ETEC Prof. Maria Cristina Medeiros, projeto Jogo da Vida em Trânsito (JVT)

  • Assista ao vídeo

    “O projeto despertou nos alunos um importante senso de cidadania. Esse comportamento alinha-se com um pilar essencial do ensino técnico que é a formação de agentes cidadãos.”

    Leandro Reginaldo

    Professor da ETEC Profa. Maria Cristina Medeiros, projeto Jogo da Vida em Trânsito (JVT)

  • Assista ao vídeo

    “Ficamos surpresos quando vimos a quantidade de acidentes de trânsito que acontecem no Brasil. Ainda mais porque boa parte desses acidentes são causados por falta de cuidado ou informação.”

    Milena Sedrim Adriano

    Aluna da ETEC Prof. Maria Cristina Medeiros, projeto Jogo da Vida em Trânsito (JVT)

  • Assista ao vídeo

    “É para gerar renda, mas também é para você reconhecer que pode ir além.”

    Eliane Romano

    Cofundadora da Charlotte Arte e Costura e participante do projeto Costurando o Futuro

  • Assista ao vídeo

    “Não é completar renda. É gerar renda mesmo!”

    Josino Gomes

    Participante do projeto Costurando o Futuro

  • Assista ao vídeo

    “Porque foi-se o tempo em que a mulher ficava só em casa ou que costurar era só para ocupar o tempo e gerar um dinheirinho. Hoje nós estamos preparadas para empreender e atender grandes empresas.”

    Nany Martins

    Cofundadora da Charlotte Arte e Costura e participante do projeto Costurando o Futuro

  • Assista ao vídeo

    “Conhecimento para mim é tudo! Sem ele, o mundo fica muito pequeno.”

    Francisca Lopes

    Participante do projeto Costurando o Futuro

 
O conteúdo do nosso site pode ser acessível em Libras usando o VLibras