Prêmio Fundação VW realiza segunda imersão presencial com os finalistas

Entre os temas abordados, estiveram indicadores de impacto e sustentabilidade financeira, além de questões específicas dos projetos
Publicado em

Nos dias 15 e 16 de outubro, aconteceu em São Paulo (SP) a segunda imersão presencial do Programa de Aceleração do Prêmio Fundação Volkswagen. Realizada em parceria com a Yunus Corporate Social Innovation, seu objetivo é aprimorar os projetos e fortalecer a atuação das organizações finalistas. O Programa prevê mais uma imersão coletiva, além de mentorias remotas. Na sequência da última imersão, serão escolhidos os três projetos vencedores do Prêmio.

O primeiro dia do encontro contou com a participação de consultores, que falaram sobre temas como modelo de negócio, sustentabilidade financeira, teoria da mudança e indicadores de impacto para os representantes das seis organizações. Já o segundo dia foi marcado por mentorias personalizadas, preparadas de acordo com os desafios de cada finalistas. Entre os especialistas presentes durante essas conversas, estiveram Tuca Munhoz, ex-Secretário Adjunto da Secretaria da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida da cidade de São Paulo, e Fernando Nogueira, coordenador do MobiLab – Laboratório de Inovação em Mobilidade da capital paulista.

Para os participantes, esses momentos de troca contribuíram, por exemplo, para esclarecer questões específicas de seus projetos, entender melhor as ferramentas possíveis de serem aplicadas e planejar os próximos passos. “Independentemente do resultado final, essa experiência tem sido incrível! Não somente para pensar no projeto que estamos desenvolvendo, mas principalmente para refletir sobre o futuro da nossa organização. Certamente, a maturidade que tenho conquistado aqui será fundamental para seguirmos adiante”, afirmou Silvana Bahia, do OLABI.

A última imersão presencial acontecerá no mês de novembro, também em São Paulo (SP). São finalistas do 1º Prêmio Fundação Volkswagen: Carona a Pé e Instituto Aromeiazero (mobilidade urbana); Acreditar, Capital Humano e Transformação Social e OLABI.ORG (mobilidade social); Instituto Ester Assumpção e Instituto MeViro (inclusão de pessoas com deficiência). Acesse a página do Prêmio para saber mais!

 
O conteúdo do nosso site pode ser acessível em Libras usando o VLibras